Cantador de Chula

esse canto é meu.

Seguindo os passos da chula

A pesquisa de campo foi desenvolvida durante dois meses, entre agosto e setembro de 2008. Todos os mestres foram visitados nos seus respectivos municípios, exceto Mestre Ananias (que vive em São Paulo). Foram gravadas uma média de 30 horas de entrevista. As entrevistas obedeceram a um roteiro. Os temas abordados foram  a história pessoal do mestre e sua entrada no samba de roda; o modo como se deu a formação do mestre como sambador ou sambadeira; como cada mestre definia o samba chula; as dificuldades de transmissão do saber do samba chula. Acreditamos que através deste roteiro poderíamos ter uma compreensão específica do samba chula e da trajetória de cada mestre, mas ao mesmo tempo identificar o que era comum e favorecia a compreensão do samba chula com um dos estilos do samba de roda. Por outro lado, acreditamos que desta forma perceberíamos de que maneira um modelo de relações pessoais do passado, valores morais, concepção de mundo, acesso a informação, musical inclusive, determinou em boa medida o formato do samba chula e as dificuldades de transmissão do mesmo para as novas gerações.

Por Ari Lima

Anúncios

No comments yet»

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: